Tipos de CabeloA maioria das mulheres vão concordar que o cabelo é um dos principais fatores de preocupação quando se fala em beleza. Você pode estar com um look impecável, mas se o cabelo não estiver bom, com certeza não ficará satisfeita!

São cremes, máscaras, tocas, tratamentos... A preocupação com o cabelo está cada vez maior, e uma boa prova disso são as crianças e adolescentes que desde cedo já começam a usar chapinha, e se sentem insatisfeitos com o tipo de cabelo herdado pela genética.

O cabelo pode ser Cacheado, Liso, Crespo, Ondulado, Afro, Loiro, Castanho, Preto, Ruivo, Seco, Oleoso, Normal, Volumoso, Ralo, Curto, Médio, Longo... Tudo varia de acordo com a sua genética, e isso não há como mudar, a não ser pelas inúmeras formas de transformar o cabelo através das químicas, tinturas de cabelo e cortes. E por mais que sejam formas artificiais, podem modificar internamente o tipo de cabelo. Por exemplo, pode ser que um cabelo alisado nunca mais volte a dar cachos, ou que um cabelo que era baixo, depois de tingido fique volumoso.

Mas independente do seu tipo de cabelo é fundamental aprender a usá-lo de uma forma que te valorize, e a cuidar da maneira mais adequada, para manter a saúde dos fios em dia! Não é possível definir um tipo de cabelo como o mais bonito, ou o melhor. Cada cabelo tem seu valor, basta descobrir a melhor forma de usá-lo.

Cabelos Curtos, Médios e Longos

Não há como negar a praticidade de um cabelo curto, é mais fácil de cuidar, mais rápido, e ainda por cima ajuda a refrescar nos dias quentes. O cabelo curto veio com tudo, são vários cortes de cabelo, uns mais repicados, outros com a nuca batida, com as pontas maiores, os mais certinhos, os bem curtinhos estilo “joãozinho”... De repente deu uma loucura nas mulheres, uma vontade de passar a tesoura, renovar e experimentar essa onda moderna do cabelo curto. E o que mais se ouve depois da transformação é: “você nunca mais vai conseguir deixar o cabelo crescer, cabelo curto vicia”.

Porém, mesmo com toda a praticidade e a modernidade do cabelo curto, os cabelos longos nunca perderam a feminilidade, o charme e até o “poder”. Pode entrar e sair tendência, sempre terão as adeptas ao cabelo comprido, que não cortam por nada! O cabelo comprido é o maior apego das mulheres. Sem contar que a maioria dos homens preferem os cabelos compridos, pois acham mais sensuais e bonitos.

 

Dica: Os cabelos longos não são muito indicados para mulheres mais velhas, recomenda-se os cortes médios e curtos pois ajudam a rejuvenescer, a alongar o pescoço e a definir o rosto.

Os cabelos médios são o meio termo e todos os tipos se adaptam à ele, os lisos, ondulados, cacheados, afros... Mas isso não significa que é sempre a melhor opção para todas. Normalmente quem adere o cabelo médio é porque não fica bem ou acha muito trabalhoso ter cabelo longo, não teve coragem ou não se adaptou ao cabelo curto, ou está na fase "sem definição", ou seja, tem o cabelo curto e quer deixar crescer. 

Não há como definir qual é o melhor comprimento, tudo varia de acordo com o seu tipo de cabelo, de rosto e até de corpo! Veja no próximo tópico o corte de cabelo ideal para você.

Cortes de Cabelo

Tipos de RostoPara que um corte de cabelo fique bom, é preciso adequá-lo ao tipo de rosto e corpo de cada pessoa. Portanto, descubra qual é o seu tipo de rosto, e veja quais são as melhores opções de corte e comprimento.

» Tipos de rosto

Rosto Oval

O rosto oval é caracterizado pela testa e maxilar quase da mesma largura, e queixo com tamanho equilibrado. A grande vantagem de quem tem esse tipo de rosto é por ele combinar com praticamente todos os tipos de cabelo. Não importa se o cabelo é grande, médio, curto, repicado, volumoso, ralo, com franja, sem franja... Todos os cortes se encaixam com o rosto oval. Porém, é interessante você levar em conta as suas características faciais. Se seu nariz é um pouco grande, prefira cortes que não o realcem, por exemplo, o cabelo ondulado um pouco mais volumoso.

Rosto Triangular ou de Coração

O rosto triangular ou em forma de coração é mais largo na testa, e mais fino no queixo, que normalmente é pontudo. Para esse tipo de rosto recomenda-se os cortes mais curtos na altura do queixo, para criar uma largura em torno dele. Melhor ainda se o cabelo for ondulado ou mais volumoso, porque o cabelo liso e reto parece deixar o rosto menor, mais largo e arredondado.

Para quem se incomoda com a forma triangular do rosto, pode ser que o cabelo abaixo do queixo passe uma sensação de que o rosto é mais curto, além de dar a impressão de um queixo mais largo e arredondado.

Se os traços do rosto forem suaves, como a boca ou nariz pequeno, talvez os cortes um pouco mais cheios possam valorizar o rosto.

Rosto Quadrado

O rosto quadrado é caracterizado pela testa e o maxilar largo, com uma menor distância entre as têmporas e o queixo. Se o rosto for mais largo a impressão de “quadrado” é ainda maior, caso seja mais fino, parece ser retangular.

Para esse tipo de rosto recomenda-se cortes acima ou abaixo do maxilar, nunca na mesma altura, para não evidenciar ainda mais o formato. Os cabelos longos valorizam mais o rosto quadrado, mas nunca use reto ou dividido ao meio, abuse das camadas. Para quem prefere os curtos, o ideal é reduzir o volume nas laterais.

A franja também é uma boa opção para o rosto quadrado, pois quebra um pouco a sensação de “compacto” e suaviza os traços.

Rosto Redondo

O rosto redondo não tem ângulos definidos, normalmente é mais largo na linha das maçãs do rosto, e com “cantos” suavizados ao longo do maxilar. É um rosto que passa a impressão de ser mais “cheinho”, sendo assim, os cortes precisam ajudar a afinar, e não contribuir para que ele pareça ainda mais redondo.

A melhor opção são os cortes em camadas, com volume maior no topo e menor nas laterais, para ajudar a alongar o rosto. O ideal são os fios médios a longos. Mas para quem deseja ter o cabelo curto a dica é apenas evitar cortes na altura do queixo, principalmente estilo chanel, para não ocorrer a continuação do formato redondo. Portanto, prefira os cortes um pouco abaixo do queixo, desfiados, repicados, e nunca com as pontas para dentro.

Lembre-se: Os cabelos muito curtos salientam as feições, portanto são indicados para mulheres que possuem uma aparência mais delicada.

 » Cortes para...

  • Diminuir volume do cabelo: para que os cabelos fiquem menos volumosos, é ideal sempre repicá-los, pois os fios retos fazem muito volume na lateral.
  • Deixar o cabelo leve e naturalmente ondulado: desfiá-lo do meio para as pontas.

» Tipos de Corpo

Alta de Corpo Alongado

Corpo Alongado

As altas de corpo alongado podem usar e abusar dos cabelos curtinhos, assim como dos médios e longos. O cuidado deve estar apenas na hora de usar o fio reto e escorrido, pois como o corpo já é longo e fino, esse tipo de corte pode realçar ainda mais toda a “finura”. Mas os volumosos demais também devem ser evitados, pois podem passar a impressão de que o rosto e o corpo se perderam no meio do cabelo.

Gordinha

O cabelo curto evidencia os quilinhos a mais, por isso não favorece as mulheres gordinhas. O cabelo médio ou longo pode ser a melhor opção, desde que não seja muito “armado”, nem deixe o visual pesado, pois podem realçar ainda mais o peso. Mas para quem prefere o cabelo curto, o ideal é ter pontas irregulares.

Os fios retos não são os preferidos dos cabeleireiros, mas para quem quer afinar o rosto, pode ser uma boa alternativa. 

Baixinha

As mulheres baixinhas precisam tomar cuidado com os cabelos muito longos, pois podem achatar ainda mais a silhueta. Essa é a única restrição para quem tem estatura baixa, portanto talvez os cabelos médios e curtos sejam a melhor opção, mas tudo varia de acordo com o tipo de rosto, e com o estilo de cada um.

Tipos de Franja para o Cabelo

A franja faz parte da maioria dos cortes femininos, seja ela curta, média, longa, reta, lateral desfiada... Entra ano e sai ano, e elas continuam fazendo sucesso! Às vezes só por cortar a franja, o visual já dá uma renovada. Mas não são todas que ficam boas em qualquer tipo de rosto, portanto, saiba qual é o melhor tipo para você!

Franja reta

A franja reta é aquela que fica para frente, em cima da testa. Pode ser cheia ou rala. As cheias dão um ar mais infantil, descontraído, e as ralinhas um ar mais clássico. E assim como as laterais, podem ser cortadas de forma reta ou com as pontas irregulares. Elas são indicadas para todos os tipos de rosto, menos para os mais redondos, pois acompanham o formato, deixando-o mais exagerado.

Para os rostos triangulares a franja reta valoriza os traços, e pode ser tanto na altura da sobrancelha, como mais acima. Os rostos quadrados também ficam bons com a franja reta, porém um pouco mais comprida e picotada nas pontas.

Franja lateral

A franja lateral é a mais usada, e combina com TODOS os tipos de rosto e cabelo. Ela é a melhor opção para o rosto redondo, pois ajuda a alongar.

 Na altura dos olhos ela pode ser considerada curta, e na altura do nariz como média. Já na altura do queixo, ela se torna uma continuação do cabelo, um "franjão".

Para que a franja lateral dê mais volume e recaia sobre a testa, basta cortá-la curta e reparti-la bem mais para um lado do que para o outro.

A franja lateral pode ser cortada reta, na diagonal, e/ou desfiada. Depende do efeito que você pretende causar. 

O rosto oval, assim como nos cortes de cabelo, combina com todos os tipos de franja.

As franjas são mais indicadas para quem tem o cabelo liso ou ondulado, pois algumas não ficam boas em cabelos cacheados ou crespos, a não ser que você esteja disposta a estar sempre com a escova e/ou a chapinha em dia ou fazer um alisamento de cabelo!

Dread, Rastafari e Apliques

RastafariAs diversas formas de trançar o cabelo são as mais escolhidas por quem tem cabelos crespos e afros, ao invés de optar por algum tratamento químico, tirando toda sua naturalidade. E uma das mais usadas é a trança Nagô e o Rastafari. A Nagô é feita junto ao couro cabeludo, permitindo a criação de diferentes desenhos e formas. Pode ser trançada somente até o meio da cabeça, ou por todo o cabelo.

Já o Rastafari, em cada lugar tem uma definição, mas na verdade rastafari é um movimento que surgiu na Jamaica por volta do século 20, porém também é usado como um termo que remete às trancinhas que não são coladas na cabeça, mas são feitas desde a raiz até as pontas, ou seja, o cabelo fica solto, porém cheio de trancinhas que parecem ser “fios” mais grossos.

O dread são “tufos” de cabelo em formato cilindrico, como se fossem cordas penduradas na cabeça. Eles podem ser feitos com cera ou agulha, com diferentes espessuras, e conforme os cabelos crescem, é necessário enrolar novos fios. Mas não é só quem tem cabelo crespo ou afro que adere essa moda, muita gente com cabelo fino faz e gosta. Para usar dread é fundamental ter estilo, atitude, e saber cuidar para que o dread não seja sinônimo de sujeira e mau cheiro. Algumas pessoas conseguem desfazê-los depois, mas muitas precisam cortar ou até raspar o cabelo quando decidem mudar de penteado.

Aplique de Cabelo

Ter o cabelo longo é o sonho de muitas mulheres e o aplique é uma ótima alternativa, seja devido à vontade de estar sempre mudando, pela falta de paciência para esperar crescer, ou porque os fios quase não crescem. E como no mundo da beleza, dos cosméticos, e dos tratamentos tudo tem solução, o aplique é a opção escolhida por muitos. Mas ele não é só utilizado para dar comprimento, mas também como um auxílio para quem tem problema com queda de cabelo, ou o cabelo muito ralo.

Existem apliques de fios naturais e sintéticos, e podem ser colocados, costurados ou entrelaçados nos fios naturais.

Tipos de Aplique

Cabelos Lindos

  1. MegaHair: Nesse tipo de aplique os fios são colados no couro cabeludo com uma cola à base de silicone ou queratina. Mas é preciso ter cuidado, pois o aplique “colado” não pode ser submetido à altas temperaturas, portanto nada de secador e chapinha.
  2. Polímero de Queratina: É um produto semelhante à cola, que gruda o aplique ao ouro cabeludo, porém é mais resistente ao calor, à umidade e aos produtos químicos.
  3. Entrelaçado ou Trançado: O cabelo é trançado da mesma forma que uma trança raiz, junto às linhas de nylon, e depois são costuradas as telas com as mechas. É uma boa opção para quem quer dar mais volume aos fios.
  4. Tela, telinha ou rendinha: O aplique é costurado aos fios que já existem com um tipo de agulha semelhante à de crochê.
  5. Nó Italiano: Nesse procedimento as mechas do aplique são trançadas, dobradas na raiz e amarradas com linhas de látex ao cabelo.

Cabelos Secos, Oleosos e Mistos

Cabelos Secos

Cabelos Secos

Os cabelos secos não possuem uma quantidade suficiente de gordura, há uma baixa produção de sebo pelas glândulas sebáceas, por isso tem um aspecto sem brilho, áspero, normalmente volumoso e com pontas espetadas. As vezes pode ser resultado também de tratamentos químicos, um dos maiores danificadores dos cabelos. 

Além disso, tudo influencia para piorar os cabelos secos, tanto o clima, como o vento, produtos químicos, secador, chapinha, alimentação, etc. Mas com a modernidade dos cosméticos e os diversos tipos de tratamento, existem várias soluções para transformar os cabelos secos, e deixá-los com mais vida e brilho.

Cuidados com os Cabelos Secos

  1. Nunca deixe de usar condicionador e creme sem-enxague após lavar.
  2. Não use shampoo sem sal, somente se tiver feito algum tipo de alisamento.
  3. Use produtos específicos para cabelos secos.
  4. Procure por produtos que agem internamente, pois os cosméticos à base de óleo não são absorvidos pela haste capilar, portanto tem um efeito apenas temporário e externo.
  5. Sempre faça hidratações, seja com as máscaras vendidas comercialmente, ou com as que você mesmo pode preparar em casa. Após passar no cabelo, massageie, cubra com uma toca térmica ou papel laminado e deixe agir por trinta minutos à uma hora. E quando possível, faça hidratação no salão.
  6. Faça reconstruções capilares à base de queratina.
  7. Tenha uma dieta balanceada e nunca deixe faltar as proteínas, pois como o cabelo é formado por elas, caso não tenha quantidade suficiente, os fios podem ficar ainda mais ressecados.
  8. Consuma mais vitaminas do complexo B, pois ajudam no combate aos fios secos.
  9. Evite usar gel, pois como possui álcool resseca ainda mais o cabelo.
  10. Beba muita água, pois ajuda a repor o manto hidrolipídico*.
  11. Procure produtos que contenham: Macadâmia, Tutano de Boi, Queratina, Jaborandi, Extrato de Algodão, Semi de Lino, Gérmen de Trigo, Ceramidas e Vitamina A, pois ajudam na hidratação e dão vitalidade ao cabelo.
  12. Utilize reparador de silicone na ponta do cabelo, e nos fios arrepiados. Mas passe pouco e levemente, para não deixar o cabelo com um aspecto engordurado.
  13. Evite o uso excessivo do secador e da chapinha, pois são uma das principais causas dos fios secos.
  14. Não abuse do creme sem enxague, pois podem deixar o cabelo ainda mais opaco quando usados em excesso.
  15. Esteja sempre cortando as pontas secas e quebradas.

*manto hidrolipídico: é um hidratante natural, produzido pelo organismo. Mistura da camada de suor produzido pelas glândulas sudoríparas com a gordura produzida pelas glândulas sebáceas.

Cabelos Oleosos

Cabelos Olesos

Devido à atuação excessiva das glândulas sebáceas, o cabelo oleoso fica com um aspecto engordurado e sem volume. Essa atuação pode ser própria do organismo, pode ocorrer por alterações hormonais, intervenção de produtos químicos, ou apenas pelo cabelo estar sujo.

Mas não pense que essa oleosidade só ocorre em cabelos lisos e finos, há cabelos grossos e cacheados que também possuem os mesmos "sintomas". O melhor a se fazer é cuidar de todas as formas possíveis, e não deixar de lavar quando perceber a oleosidade, pois não há cabelo que se salve quando parece estar sujo.

Cuidados com os Cabelos Oleosos

  1. Se seu cabelo for muito oleoso, lave-o todos os dias para que o aspecto de "engordurado" não fique ainda pior.
  2. Utilize shampoo e condicionador específico para o seu tipo de cabelo.
  3. Nunca passe condicionador na raiz.
  4. Se você tiver a raiz oleosa, mas as pontas secas, use produtos à base de silicone somente nas pontas.
  5. Lave o cabelo com água fria ou morna, pois a água quente estimula a produção de glândulas sebáceas.
  6. Cuide da alimentação que é fundamental para a saúde dos fios, tome muita água, pois ajuda a regularizar a produção sebácea.
  7. Não fique massageando o couro cabeludo quando for lavar o cabelo, porque é um estímulo para a produção de sebo.
  8. Evite ficar passando a mão no cabelo e escovar demais.
  9. Caso use secador, mantenha uma distância de mais ou menos 15 cm entre o cabelo e o secador.
  10. Evite usar bonés, chapéus e gorros, pois quando o couro cabeludo fica "abafado", há um estímulo ainda maior para a produção de sebo.

Tratamento para cabelos oleosos

Existe um tratamento para quem sofre com os cabelos oleosos, chamado "neve carbônica". É uma aplicação de gás carbônico solidificado junto com acetona no couro cabeludo. Sua função é estimular a ativação da circulação local, diminuindo a atuação das glândulas sebáceas. Para chegar a um resultado satisfatório, recomenda-se em média 5 sessões, uma por semana. Mas antes de iniciar qualquer tratamento, busque uma indicação médica e uma clínica segura.

Cabelos Mistos

Cabelos Mistos

Os cabelos mistos possuem um ótimo equilíbrio, são macios, e tem volume e brilho adequados. São exatamente no ponto: nem oleosos, nem secos. As glândulas sebáceas produzem somente a gordura necessária para a beleza e saúde dos fios.

Por já serem naturalmente equilibrados, o cuidado é apenas para manter. Quem tem esse tipo de cabelo tão desejado, não pode se acomodar só porque é de fácil tratamento, pois se não cuidar, pode ser que eles mudem e se tornem secos ou oleosos.

A principal forma de perder todo esse equilíbrio é através das químicas, porque os cabelos normais também estão expostos aos danos. Além disso, as ações externas, como o sol e a poluição, e as ações internas, como a má alimentação e o estresse, também podem fazer com que o cabelo perca algumas de suas características.

Cuidados com os cabelos mistos

 Prefira os shampoos neutros, pois os hidratantes podem deixar a raiz pesada.

O condicionador pode ser hidratante, e de preferência da mesma linha do shampoo, mas não passe na raiz.

Use silicone com filtro solar nas pontas do cabelo.

Faça hidratação caseira a cada quinze dias, e quando possível, no salão.

Lave todos os dias, ou alternadamente.

Passe um pouco de creme sem enxague com protetor solar nas pontas do cabelo após lavá-lo.

Receitas Caseiras para Cabelos

As máscaras caseiras são um auxílio para manter a saúde dos fios através da hidratação. Veja as principais receitas:

Máscara de Hidratação com Óleo de Coco

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de óleo de coco

3 colheres (sopa) de máscara hidratante (de sua preferência)

Modo de preparo e Aplicação:

Misture os ingredientes, e aplique no cabelo depois de lavá-lo com shampoo. Deixe por 40 minutos, e enxague. 

Máscara de Hidratação com Óleo de Amêndoas

Ingredientes:

1 colher (sopa) de óleo de amêndoas

1 abacate pequeno

Modo de preparo e Aplicação:

Bata o óleo e o abacate no liquidificador, depois passe a “pasta” no cabelo limpo e úmido, enrole o cabelo com papel alumínio, e deixe agir por 30 minutos. Após esse período, basta enxaguar.

Máscara de Hidratação com Abacate

Ingredientes:

½ abacate

1 copo (250 ml) de iogurte natural

Modo de preparo e Aplicação:

Bata o abacate e o iogurte no liquidificador. Depois de lavar o cabelo (2 ou 3 vezes), divida-o em mechas, e aplique a máscara somente no comprimento e nas pontas, nunca na raiz. Deixe agir por 40 minutos, e se possível cubra o cabelo com uma touca térmica.

Máscara Fortalecedora de Cabelos

Ingredientes:

4 folhas de babosa

Modo de preparo e Aplicação:

Esfregue as folhas de babosa no couro cabeludo, e depois de 15 minutos retire os resíduos com água morna.

Máscara para Brilho nos Cabelos

Ingredientes:

½ abacate

1 clara de ovo

Modo de preparo e Aplicação:

Amasse o abacate, e depois misture com a clara de ovo. Passe a mistura no cabelo limpo e úmido, deixe agir por 20 minutos, e enxague com água morna ou fria.

Máscara para Fios Danificados

Ingredientes:

1 abacate

1 colher (sopa) de mel

1 ampola de queratina

Modo de preparo e Aplicação:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, passe a mistura no cabelo, deixe agir por 20 minutos, enxague com água morna, e depois passe 1 colher (chá) de vinagre de maçã diluída em 1 litro de água.